Hotel dos Estrangeiros

Hotel dos Estrangeiros.

Ficava na rua Senador Vergueiro esquina de Barão do Flamengo, no bairro do Catete, Rio de Janeiro. Inaugurado em 1875, ficou famoso por incidente acontecido em 1915: o assassinato, em suas dependências, de Pinheiro Machado. Pinheiro Machado, na verdade josé gomes Pinheiro Machado , senador, vice-presidente do Senado, herói da revolução federalista do rio grande do Sul.Era um dos homens, políticamente, mais poderosos, talvez o mais poderoso, de sua época. Era general, e foi apelidado, por seu poder, de “Mandarim da república”. O fato citado aconteceu em 8 de setembro. Neste dia, Pinheiro Machado saiu de sua casa, na rua guanabara(que atualmente leva o seu nome, em Laranjeiras) próximo dalí, para encontrar, no hotel, seu amigo e político, Rubião Júnior.

Rubião não estava. Mas estavam dois outros políticos seus conhecidos, Bueno de Andrade e Cardoso de Almeida. Os 3 se encaminharam para o saguão do hotel quando seu assassino, Mansio de Paiva, se aproximou, e esfaqueou Pinheiro Machado  duas vezes por trás. Pinheiro morreu logo após, nos braços de Cardoso de Almeida.

Bueno de Andrade saiu no encalço do assassino, que foi preso logo após, na rua Marques de Abrantes, próximo do local do crime.

Francisco Mansio de Paiva Coimbra, o assassino,  era gaúcho de Cacimbinhas (município posteriormente denominado Pinheiro Machado). Morava num quarto, na rua Bento Lisboa. No dia do assassinato, saiu de sua casa, entrou pela rua Correia Dutra, subiu a rua do Catete até a Praça José de Alencar, onde ficava o hotel.

No julgamento do assassino, o gaucho Flores da Cunha, advogado e deputado federal à época, atuou como auxiliar da acusação.

A faca usada por Manso foi comprada na região do Largo do Machado. Nela está escrito: “Salva Vidas”. Encontra-se em exposição no Museu da República, situado próximo do local dos acontecimentos.Na foto abaixo: o Hotel dos Estrangeiros, em foto da internet. À esquerda, a rua Barão do Flamengo. Á direita, a rua Senador Vergueiro. À frente do hotel, a estátua de José de Alencar, na praça que leva seu nome, no bairro do Catete, Rio de Janeiro.

Hotel dos Estrangeiros, na praça José de Alencar, bairroCatete,Rio de Janeiro

Anúncios

Tags: ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: